Ideias, planejamentos e ações de marketing, como aplicar?

Por vezes nos vemos diante de ideias que se apresentam como soluções ótimas para problemas comerciais diversos, no entanto, quando partimos para a prática, nem sempre conseguimos executar aquilo que desejamos. Coisas da vida. Acontece com todo mundo. Você não está em situação isolada, não se preocupe! O marketing em particular é uma área repleta de possibilidades para atrair insights e previsões otimistas, e mesmo sendo uma ciência com normas e métodos, muitas vezes é o sentimento que comanda boa parte das atitudes. Todavia, os resultados acabam, em partes, um tanto quanto longe do esperado. Mas como fazer para que uma ação de marketing se aproxime do nosso sentimento que até então era tão certeiro?
Os passos indispensáveis, ou seja, que nunca podem ficar de fora quando uma ideia surge são: objetivo, planejamento, equipe e avaliação. Apresentarei brevemente este funcionamento de marketing para você poder realizar suas ações com assertividade e visão de aperfeiçoamento.

A) Objetivo da ação: clareza, simplicidade e atenção para ir até o final.
Quando falamos em objetivo, comumente pensamos em grandes números, feitos incríveis e notoriedade. Mas o segredo para alcançar uma meta está na sua simplicidade. Veja este exemplo:
Uma marca de desodorante quer entrar no Brasil com sua linha Spray. Seu objetivo inicial será medir a aceitação do público masculino de 15 a 30 anos para as suas fragrâncias. Logo, ela escolhe algumas praças para iniciar seus testes e assim concluir suas análises. Se o seu objetivo inicial fosse vender os desodorantes confiando apenas na sua experiência com outros mercados, ela poderia correr o risco de falhar. Assim, por ter escolhido a simplicidade de um mercado local e um público previamente definido, sua capacidade de gerenciamento e aprendizado se mostraram satisfatoriamente concluídos.
Dica: procure definir um objetivo que seja facilmente mensurável, pois assim você terá domínio dos pontos que o cercam. O ideal é escolher uma coisa por vez, aumentando o campo de ação conforme os resultados forem sendo consolidados.

B) Planejamento. Quanto mais simples uma ideia, melhor.
Um bom plano de marketing precisa ser simples e organizado, com início, meio e fim, entendido por todos e dentro de um momento estabelecido. O tempo é tudo para o marketing. O planejamento, grosso modo, consiste em adotar um panorama geral da ação, identificar pontos de dificuldade (condições climáticas, feriados, horários alternativos, mão de obra), estipular agenda de atividades para cada setor, definir o início da ação e o seu encerramento.
Dica: prefira ações isoladas e gerenciáveis. Uma vez que o plano for concebido, evite a todo custo incluir itens no meio do caminho, pois isso é prato cheio para erros. Mantenha a organização das etapas para que não haja desvio de atenção nem perda de foco.

C) Equipe
O plano precisa ser universalmente entendido, por isso, é recomendado que seja feita uma apresentação da ideia e depois se inicie uma mesa de discussão com a equipe para lapidação até que todos se sintam partes fundamentais do processo. O bom envolvimento do time corresponde ao seu primeiro sucesso!
Dica: a criação da equipe define os papéis dos seus membros. Se alguém for designado para entrar em contato com fornecedores, por exemplo, então deve praticar isso até o final. Espalhar tarefas para quem já tem o seu papel é perigoso, estressante e pode prejudicar o restante da ação. Se você for perpetrar a ação sozinho, imagine-se desenvolvendo o trabalho em partes, organizando os passos e arquivando tudo que for possível. Conselho importante: só descarte um arquivo quando… Quer saber, não descarte, faça backups, assim você poderá recorrer ao seu próprio túnel do tempo.

D) Avaliação, porque informação é valor
Sempre que uma ação de marketing for posta em prática, o acompanhamento deve existir sob as mais diferentes óticas: dos funcionários, do diretor presidente, dos clientes, dos concorrentes, citando os mais importantes. Somente desta maneira você será capaz de adquirir o importante Capital Intelectual, ferramenta essencial para orientação de novas ações e um potente contribuidor de direções. Quando você avalia seu trabalho, medindo resultados e colhendo impressões, então seguramente está na melhor orientação do marketing.
Dica: a Dobbra está aqui para ajudar você e sua empresa a estruturarem ações de marketing com eficiência, profissionalismo e de fácil entendimento. Fale com a gente, vamos somar.

Cássio Canhete

Formado em propaganda e marketing, amante de músicas, games, fotografia, amizade e poesia. Espalhar a preciosidade da vida é o propósito do meu espírito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *