Reflexão sobre as redes sociais e perfis profissionais

Nestes tempos de internet das coisas, nada é tão conveniente para uma empresa como a rede social. Por meio dela é possível identificar em pouco tempo quem são os consumidores, o que eles pensam e como enxergam a empresa a partir de suas impressões pessoais. Fosse há alguns anos, levariam semanas para se ter uma pesquisa assim, e o investimento de recursos certamente seria considerável.

Basta uma rápida navegada no Google para que as famosas “dicas de como ter uma rede social forte” apareçam em profusão. Porém, e levando em consideração a leitura atenta de algumas dessas propostas, o que se percebe em grande parte é a exibição de informações técnicas acerca de como programar a página, como seguir as instruções de configuração de anúncios e trivialidades sobre faixas etárias. Minha reflexão, logo, se dará pelo ponto de vista particular do marketing como ferramenta de aperfeiçoamento dos processos de venda.

  1. Planejamento é importante, desde que a empresa se disponha a conhecer seus caminhos na rede.
    Redes sociais como Facebook e Instagram são sensíveis a termos, opiniões e rotulação de hábitos. Dentro desse contexto, quando uma empresa resolve entrar na rede, ela deve primeiramente acolher todas as impressões sobre seus conteúdos e determinar uma linha de atuação que atenda a chegada de seguidores e estes possam expandir as boas impressões a outros.
  2. Nem sempre o produto que você vende é o mais importante a ser mostrado.
    É justo que uma companhia deseje utilizar a rede social como vitrine de seus bens. No entanto, o comportamento da rede indica de forma clara: quem tem que exibir o seu produto é o seu seguidor! O esforço da empresa, portanto, em boa parte do tempo, é o de encontrar motivos para que seus seguidores se sintam motivados a interagirem e exaltarem o seu trabalho.
  3. Motivos para o seguidor?
    O desafio que deve ser enfrentado está em como traduzir o humor, ou melhor, a vida da empresa para a rede social. Essa transmissão será mais qualificada sempre que o conteúdo mostrado for de encontro à empatia do seguidor. Quanto mais ele se sentir acolhido, respeitado e valorizado, melhores serão os resultados dentro da rede.

    Imaginemos uma padaria. Fazer postagem de um determinado pão ou bolo pode ser esteticamente bonito, mas como o objetivo da rede desta padaria é expandir e conquistar seguidores, a direção mais acertada está em, ao invés de ostentar o produto, mostrar o sorriso de satisfação de seus clientes segurando ou comendo aqueles alimentos.

    O segredo está em traduzir para a rede o cotidiano simples da empresa. A propaganda testemunhal, antes reservada a artistas e celebridades, é hoje uma prática habitual com pessoas comuns, e traz bons resultados.
  4. Busque a amizade entre os seus concorrentes. Deixe-os encontrar inspiração na sua rede.
    Não há motivos para cultivar ressentimentos no mundo virtual. Pelo contrário, seus seguidores ficarão felizes em saber que a sua empresa, a do seu vizinho e a outra se uniram para uma causa. Não deixarão a concorrência de lado, mas ganharão admiração e valor de nobreza. Quanto mais digna é a sua rede, mais relevância suas postagens recebem. Possivelmente que em algum tempo você verá seu concorrente publicar conteúdo semelhante. Foi a sua empresa que o inspirou.
  5. Trate imagens e textos com o máximo de respeito.
    As redes sociais demandam atenção em duas partes fundamentais: o que se mostra e o que se fala. Coerência, adaptação de linguagem e boa escrita são indivisíveis no ambiente de uma rede social profissional. Como sugestão, pense que a postagem é como a boa propaganda, cujo entendimento se faz entre o mais humilde e a beleza surpreende o mais exigente.
  6. Invista em conhecimento dentro da rede; ele é grande aliado.
    Imprescindível ficar atento às novas tecnologias nas redes, pois os seguidores mais ávidos podem exercer influência sobre outros, tanto positiva quanto negativamente. Aplicativos, tendências de imagens, outras formas de comunicar e até mesmo inovações em métodos de avaliação de produtos costumam ser absorvidos pelos seguidores, que estarão atentos em seus movimentos. Inércia não combina com rede social, e isso faz com que empresas comprometidas tenham administrações profissionais em suas página.

De sorte que esta diminuta reflexão procurou mostrar uma visão de marketing ligeiramente diferente sobre redes sociais, mas compreende que o gerenciamento técnico de alto nível se faz obrigatório para quem busca uma presença virtual comprometida com o nosso tempo.

A Dobbra pode ajudar sua empresa com administração de marketing digital em 360 graus. Tenha páginas com seguidores que admirem genuinamente o seu trabalho. Fale conosco.

Cássio Canhete

Formado em propaganda e marketing, amante de músicas, games, fotografia, amizade e poesia. Espalhar a preciosidade da vida é o propósito do meu espírito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *